Nesta disciplina estarão sendo estudados teóricos da Educação Popular, especialmente Paulo Freire que subsidia a compreensão de processos de aprendizagem de pessoas de classes populares, deslocados da educação regular, e que retornam à escola para programas de Jovens e Adultos. Ao mesmo tempo estarão sendo estudados teóricos que aprofundam as questões relativas à educação profissionalizante no ensino técnico.

Nesta disciplina será feita, a análise de relatos de experiências de PROEJA, buscando perceber as teorias dos participantes na organização de seu plano de trabalho em experiências na sala de aula com PROEJA, pretende problematizar as teorias dos professores que atuam no PROEJA, relativas à organização do ensino, no que se refere a aprendizagem e conteúdo a trabalhar na sala de aula de PROEJA. Pretende também problematizar visões de gestores e técnicos com relação a esta modalidade de ensino, promovendo assim uma compreensão maior sobre a complexidade teórica necessária para a efetivação de ações relevantes para estes estudantes no que diz respeito a difícil mais fundamental integração entre a educação básica e a educação profissional.


A disciplina tem como objetivo trabalhar as competências básicas da microinformática e internet, a fim de propiciar condições adequadas para que os alunos possam participar com aproveitamento do Curso, bem como desenvolver o espírito investigativo em relação à web e aplicativos.




Nesta disciplina serão tomados teóricos da temática para subsidiar a problematização de processos avaliativos relatados. Durante o módulo será desenvolvida uma pesquisa a partir das experiências dos alunos sobre avaliação, articulada com teóricos sobre a temática, com o objetivo de problematizar a prática de avaliação dos participantes

Nesta disciplina os participantes serão desafiados a desenvolver Unidades de Aprendizagem que articule temas específicos da educação profissional com temas da educação básica. Unidades de Aprendizagem são organizações curriculares a partir de temas relevantes para os alunos que problematizam modos de conceber a sala de aula em uma sequência de conteúdos abstratos, e colocam o aluno como centro da aprendizagem. Para isso é preciso compreender a aprendizagem como processo de reconstrução de conhecimentos.

Na disciplina Fundamentos e Legislação, discutiremos a legislação pertinente ao PROEJA, bem como o documento base que subsidia essa modalidade de ensino. Pretendemos estabelecer um diálogo sobre os fundamentos pedagógicos do PROEJA e sobre a importância da organização curricular que integre os conhecimentos da educação profissional com os da educação básica. Apostamos numa formação integrada em que os conhecimentos básicos não estejam distantes da aplicação prática.